Júlia

 

Habilidades manuais e agricultoras

 

Nas menores, os filhos: Mário, Ari, Lírio, Edite, Maria Zenir, Hilário, Tereza, Maria Luiza, Joventivo, Diva, Aldoir e Luiz Rosso Filho

 

Nas fotos maiores: Júlia Fontana e Luiz Rosso De Frederico;

 

 

Júlia Fontana nasceu no dia 23 de fevereiro de 1908 na localidade de São Simão, em Criciúma. Casou-se com Luiz Rosso De Frederico no dia 21 de junho de 1929 e teve 13 filhos, sendo que dois casais eram gêmeos: Joventino e Edite e, Tereza e Maria Luiza. O marido, Luiz, era mais conhecido como "seu Gigon".

 

A principal ocupação de Júlia era com os afazeres da casa. Gostava de crochê e ainda confeccionava vassouras e balaios. Costumava usar roupas de cores claras, lenço na cabeça, avental e uma blusa por cima dos ombros.

 

A vida econômica da família dependia dos trabalhos na olaria que tinham e que fabricava manualmente tijolos. O transporte da produção, da matéria-prima e a prensa para a fabricação dos tijolos eram feitos com bois de canga.

 

Também tinham um engenho montado por eles que produziam o açúcar para o próprio consumo.

Muito religiosos, a fé e a esperança eram cultivadas em casa. Depois do almoço costumam se sentar na varanda para cantar cantos de igreja e ler a Bíblia. Após o jantar, antes de dormir, era obrigatório todas as noites a reza do terço em família.

 

Júlia não gostava de ver o fogo do fogão com a lenha apagada, mantinha sempre acesso. Como particularidade, não gostava muito de lenha de eucalipto, tinha que ser de acácia. Também não abria a mão da polenta feita no caldeirão, sempre acompanhada com queijo que ela mesma fazia, galinha ensopada e macarrão.

 

Sofria para manter a casa limpa pois não havia água encanada e muito menos por perto. Para lavar a casa era aproveitada água da chuva que era armazenada numa caixa. Para beber e cozinhar, Júlia buscava água na fonte com o "bigol", espécie de vara com dois baldes, um em cada ponta, a uma distância de mais de 500 metros.

 

O esposo Luiz Rosso faleceu no dia 19 de abril de 1977, aos 79 anos de idade. E Júlia Fontana Rosso faleceu no dia 12 de maio de 1990, aos 82 anos de idade.